InícioInício  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 História

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Morgaine le Fey
Admin
avatar

Mensagens : 26

MensagemAssunto: História   Sex Ago 19, 2011 9:56 am

FUNDAÇÃO DE SILEAS
Em 1428 um grupo de bruxos vivia pacificamente na área que hoje é a República da Irlanda, nos arredores de Galway. Embora não soubessem que eram realmente bruxos, os trouxas que ali viviam estavam em harmonia com eles e sequer suspeitavam dos feitiços e poções que esses faziam, já que as lojas especificamente bruxas eram raras e os bruxos trocavam ervas e ingredientes entre si ou compravam em outras vilas exclusivamente bruxas.

Tudo estava bem, até que em 1431 um bruxos das trevas atacou o vilarejo com uma dezena de bruxos mesquinhos, que desejam roubar os trouxas, estuprar as mulheres e aniquilar os bruxos para obterem suas terras férteis. Os bruxos que ali viviam lutaram, mas nem todos eram treinados ou estudiosos e sabiam poucos feitiços de ataque e defesa que não se equiparavam as artes das trevas que fora usada ali. A população trouxa foi completamente dizimada e muitos bruxos morreram, mas ao fim, os poucos bruxos das trevas que não morreram no combate aparataram dali.

Dos sobreviventes, oito famílias se destacavam e essas logo se reuniram com os outros moradores e decidiram que não era mais seguro continuar ali, vivendo com trouxas e arriscando suas vidas. Três mulheres que possuiam grande afinidade com feitiços se uniram e juntas realizaram um feitiço que separou parte da terra onde a vila ficava, do restante, transformando a vila devastada em uma ilha.

Após ter suas terras separadas da República da Irlanda, Liam MacGosghair, dono das terras e representante bruxo, resolveu unir esse grupo de destaque com outros bruxos de renome que constantemente lutavam contra bruxos das trevas em suas vilas natais. Aproveitando a vasta extensão separada por Grainne, Riain e Siobhán, Liam uniu-se à ela e outros 4 bruxos que atenderam seu chamado, formando assim um grupo poderoso que tinha apenas um objetivo em mente: educar bruxos, preparando-os para as batalhas que travariam com bruxos das trevas, incentivando-os a aprenderem mais do que o be-a-bá de magia os colégios ensinavam na época.

Juntos, escolheram a melhor área para reunir esses pupilos e lá começaram a construção do que vierá a ser, mais tarde, a Sileas College of Magic and Witchcraft. O nome foi escolhido pelo Conselho dos Sete, em homenagem à filha de Liam, morta na batalha que devastara a população trouxa e boa parte dos bruxos de Faoinrún quando ainda em vila.

As obras da universidade começaram em meados de 1432 e após cinco anos de intenso trabalho para reconstruir a vila e construir a universidade, preparando-a com diversos feitiços de proteção, a Sileas College of Magic and Witchcraft finalmente foi aberta. Os bruxos começaram a convidar bruxos formados nas escolas de magia e logo possuiam um grupo seleto de pupilos com futuro brilhante.

Na mesma noite em que Siobhán Pinkerton desapareceu, Liam MacGosghair apareceu com uma criança que disse ser sua filha. Anos depois a menina, Meadhbh MacGosghair, casou-se com Padráig Mac Phaidin e juntos cuidaram de Sileas após a morte de Liam.

Aos poucos, a universidade começou a se estruturalizar enquanto organização educacional, passando a ter oficialmente uma Reitoria e um Conselho, criando fraternidades onde os bruxos e bruxas dormiriam e recrutando professores. Homenageando seus conselheiros fiéis, Liam nomeou algumas partes da universidade com o nome ou sobrenome de cada um deles, de acordo com suas preferências. Tais nomes, como Bosque Siobhán e Lago Lorcan, são utilizados até hoje.

Em 1570, a universidade já contava com uma gama de cursos que abrangia as mais tradicionais demonstração de magia e suas ramificações. Nesse ano, uma família de dragões invadiu a ilha, atacando a universidade e o vilarejo, que contavam já com algumas residências e estabelecimentos comerciais. Um grande incêndio devastou a área e os dragões se alojaram no bosque pertencente à universidade. Boa parte dos estudos feitos até então foram perdidos, incluindo os relatos dos fundadores que citavam o nome dos bruxos das trevas que atacaram a universidade, o histórico da construção e o avanço dos pupilos, assim como a forma com a qual foram decididos os nomes das quatro fraternidades Kneazle, Runespoor, Chimaera e Phoenix - extinta em 1765 e reaberta em 2027.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
História
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Universidades :: Sileas College-
Ir para: